Ecunha - Os líderes religiosos das igrejas cristãs sedeadas no município de Ekunha, província do Huambo, prometeram recentemente, intensificar as campanhas de educação cívica e do envolvimento dos cidadãos nas eleições de 31 de Agosto próximo, para evitar situações de violência antes, durante e depois deste processo.


Fonte: Angop
 

Os líderes religiosos, que falavam à Angop, mostraram-se dispostos a trabalhar com o Governo angolano para garantir a realização das eleições num ambiente pacífico e democrático sem coerção na escolha dos futuros dirigentes.

 
O sacerdote católico, Emílio Sassoma, disse que nas suas pregações evangélicas poderá mostrar a importância do voto e atitude cívica dos cidadãos durante o pleito no sentido de evitar a desorganização das eleições de 31 de Agosto deste ano.
 

Para o pastor da Igreja Evangélica Congregacional em Angola (IECA), Afonso Pataca Lionjanga, as eleições não constituem palcos de conflitos nem tão pouco violação e agressão física para conquistar a vitória.

 
Já o pastor da Igreja Evangélica Baptista, Adriano Samakuenje, recomendou os eleitores a escolherem o seu governo de forma livre e sem precipitação para evitar um possível arrependimento depois das eleições.

 
“Eu agradeço a Comissão Eleitoral Nacional da forma como está a organizar o processo eleitoral e os partidos políticos devem respeitar a legislação imposta”, disse o pastor.

 
No município da Ekunha estão legalizadas várias denominações religiosas.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: