Lisboa –  Manuel Domingos Vicente é identificado, nas intrigas que prejudicam o regime,  como o “culpado” pela  exposição de  informações no Novo Jornal que comprometem a integridade moral  do Secretario Geral do MPLA, Dino Matross.

Fonte: Club-k.net

Conflitos  de interesses  no Bureau Político

Numa recente publicação, o NJ escreveu que o Dino Matross teria, a margem de  congressos  do partido,  recebido comissões  de algumas pessoas para acesso facilitado no Comitê Central em violação  aos princípios partidários.


A “culpa” que se atribui a Manuel Vicente, conforme pensamento dos seus opositores inclina-se por  se ele a figura que recentemente comprou aquele Jornal  e que de acordo com as suposições internas, o mesmo nunca permitiria que em situação normal, o  vazamento  de  uma informação compromete o seu colega.   Vicente é conhecedor do referido esquema de acesso ao Comitê Central. Ao tempo em que não era apontado como delfim de JES, era a sua  corrente de “quadros  do MPLA” na Sonangol que tinha a reputação de ter acesso aos órgãos de partido (como congresso), pelos  métodos que se atribui a Dino Matross.
 

Na sexta-feira, última, Dino Matross respondeu ao Novo  Jornal negando as acusações, porém, figuras conhecedoras do seu  pensamento e forma de agir invocam que a maneira “dócil”  que o mesmo respondeu denota que tem consciência de  quem o terá tramado.  Em circunstâncias  normais teria sido mais “impetuoso”.


Há informações de que o Bureau Político do MPLA sofrerá  reformas internas depois das eleições.  O  vazamento de informações comprometedoras contra Dino Matross, sobretudo com o desenterramento de assuntos “antigos”, é encarada como medidas de deixá-lo politicamente enfraquecido do cargo de SG que deverá ocupado Manuel Vicente ou Afonso Van-Dunem “Mbinda”.  Outras leituras, apontam que  Manuel Vicente poderá estar a pensar igualmente, em alcançar, a liderança do MPLA, no pos – Eduardo dos Santos  e o embaraço contra Matross esteja a obedecer  critérios  destinados a afastar  a chamada velha guarda que lhe criariam problemas quanto a sua afirmação.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: