Ambos estavam a ser arrastadas para uma “guerra surda”  devido as áreas de trabalho que partilham. Kopelipa é o Director do Gabinete de construção nacional adstrito a Presidência da Republica, Higino Carneiro é o Ministro das obras publicas.

 Exemplos concretos citados pelo boletim Africa Monitor: o GRN proíbiu a extracção de inertes (areia e burgau)  numa vasta área circundante da obra (proibição posteriormente levantada em relação ao burgau); em razão disso a Odebrecht, que constrói o troço Viana-Benfica, obteve autorização do Ministerio das Obras publicas para instalar uma potente britadeira no Dondo, a cerca de 150 kms da obra; o GRN ordenou a paragem da mesma e forçou a sua instalação em Cabo Ledo.

Os sectores que dirigem estão  fortemente interligados pelo que lhes foi atribuído clima de disputas e tensões. De acordo com tais atribuições, as decisões de  ambas as entidades contradizem-se ou anulam –se reciprocamente.

Semelhanças do perfil de ambos

Embora sejam vistos como figuras duras do regime. Ambos generais tem a particularidade de serem “mãos largas”. Higino Carneiro - é no local de trabalho descrito como uma figura “não dura” e prestativo com os problemas dos trabalhadores. O seu ar de impor respeito/ autoridade é explorado dentro do regime. Quando Carlos Cunha foi  demitido da TPA Higino Carneiro foi a pessoa que lá foi ter advertindo que deveria abandonar imediatamente o Gabinete da direcção da estação. Cunha estava a ser visto como alguém que mesmo demitido pretendia manter-se no Gabinete para inviabilizar a entrada do seu sucessor Fernando Cunha.

 Higino Carneiro é o militante do MPLA  que mais ajuda o partido com somas “agressivas”. Para a campanha do mesmo terá disponibilizado do seu próprio bolso cerca de um milhão de dólares. Para se ter uma idéia de quanto é mão larga damos o seguinte exemplo: Ofereceu (de acordo vozes kuduristas) cerca de USD 700 000 ao kudurista Helder Rei do Kuduro a quem apadrinhou o seu casamento. De tanta emoção o kudurista lançou no mercado um disco intitulado HC (inicias do nome de Higino) com fotos na contra capa da imagem de Higino apadrinhando o seu casamento.

Kopelipa –  A imagem de “mau elemento” apresentada por certa  imprensa é  contrariada nos dizeres de pessoas ligadas ao seu circulo. Kopelipa é prestativo a apoios que lhe são solicitados. Em finais do ano passado teria oferecido avultadamente viaturas da marca “terracan” a  gente servidora do regime. Tem ajudado, a custo zero, jornalistas que lhe solicitam apoio/patrocínio. Faculta sem problema o seu terminal telefônico para eventual necessidade. Não tem participação directa partidária (no MPLA) por isso internamente não pode gozar ou ser equiparado a simpatia que tem Higino no seio dos camaradas..

Fonte: Club-k.net



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: