Luanda – A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) retirou a poucos dias, da sua página na internet, a secção que se podia acompanhar a divulgação dos resultados das eleições gerais de 31 de Agosto, relacionada a cada município das 18  províncias de Angola.

Fonte: Club-k.net

A retirada da referida secção e das respectivas informações surgiu depois de virem a tona resultados finais contados pelos fiscais no terreno que contrariavam com os apresentados pela CNE.

Os resultados que a CNE apresentou como sendo do município do Cazenga foram lançados num momento em que os fiscais no terreno encontravam-se ainda a contar os votos. O mesmo se passou no município do Katchiungo (Huambo) e Bocoio (Benguela).

No Katchiungo, os resultados e os respectivos números de abstenção contados pelos fiscais eram totalmente diferentes aos divulgados pela CNE. Já no  município do Bocoio, surgiram documentos que comprovavam que os resultados naquela localidade foram  preparados  oito dias antes dos votantes irem às urnas. Desde que os documentos foram divulgados a 7 de Setembro, a CNE não veio a publico explicar o que se passou no Bocoio ou fazer um desmentido.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: