Lisboa – Abel Chivukuvuku, o líder da Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), prevê tomar posse como deputado, a Assembléia Nacional e logo a seguir renunciar a sua posição como parlamentar cedendo o lugar para uma outra figura. Nesta caso para Carlos Tiago Kandanda, o número nove das listas de candidatos da coligação que dirige.

Fonte: Club-k.net

Carlos Kandanda entra para o seu lugar

A abdicação de Chivukuvuku da Assembleia Nacional é associada a cálculos que o levarão a tempo integral dedicar-se da liderança/gestão da coligação, no sentido de as preparar para eventuais as eleições autárquicas.

Para o efeito, o político convocou para sábado (15), a IIª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo Nacional da CASA-CE   (integrado por 223 membros e 15 suplentes) para discussão e aprovação sobre a convocação do I Congresso Extraordinário e a estruturação do grupo parlamentar da coligação.

Consta ainda na agenda de trabalho, da convocada reunião, a criação da Comissão de Estudo Sobre as Condições Políticas, Jurídicas e Técnicas para as Eleições Autárquicas.

De recordar que a CASA-CE tornou-se na terceira força política das eleições gerais de 31 de Agosto, elegendo oito deputados. Isto é teve 345.589 votos que correspondem a 6,00 %.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: