Luanda – Na última segunda-feira, 17, Maria Eugénia Neto, a viúva do primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, foi mais uma vez alvo de censura pela Televisão Pública de Angola (TPA).

Fonte: Club-k.net

Ao ser entrevistada, em directo pela TPA, por ocasião do 90º aniversário natalício do seu malogrado esposo, Eugénia Neto viu a jornalista a interrompe-lhe o raciocínio no momento em que ela dizia que “o sonho de Agostinho Neto estava a ser traído e que os seus ensinamento não estavam a ser cumpridos”. Logo a seguir destas palavras a jornalista - que conduzia a entrevista - revelou-se assustada e mudou de assunto.

O 17 de Setembro “Dia do Herói Nacional” foi instituído feriado nacional em 1980, pela então Assembleia do Povo, um ano após o seu falecimento, em 10 de Setembro de 1979, na antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, por doença.

O reconhecimento do nacionalista e estadista deve-se também ao seu empenho na luta pela descolonização do continente africano e pela libertação de outros povos do mundo então oprimidos sob várias formas.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: