Luanda – A companhia de bandeira da Namíbia, a Air Namíbia, vai elevar para seis a sua frequência semanal a Angola, com o reforço da rota Windhoek/Luanda/Windhoek, a partir do dia 28 do corrente mês, contra cinco voos actuais.

Fonte: Angop

A informação foi avançada nesta quinta-feira, em Luanda, pela delegada da referida companhia em Angola, Marisa de Almeida, em cerimónia realizada (esta noite) num dos hotéis da capital, e testemunhada pelo ministro conselheiro namibiano, Pius Dunaiski.

Na ocasião, a responsável explicou que com a abertura desta sexta frequência, aumenta igualmente para 12 o número de voos registados entre as duas cidades, sendo as demais ligações da responsabilidade da transportadora aérea nacional - TAAG.

Acrescentou que, com o facto, a Air Namíbia passará a operar doravante aos Sábados com dois voos por dia, partindo da capital namibiana para a Angola e regresso no mesmo dia. Actualmente voa às segundas, quartas, quintas, sextas e aos Domingos.

“O objectivo é dar resposta à crescente procura de viagens entre os dois destinos que advém de vários factores como a intensificação das relações comerciais entre Angola e a Namíbia, mas também pelo facto de a Air Namíbia estabelecer ligações com outras cidades” – justificou.

Marisa de Almeida sublinhou que “os passageiros que escolhem habitualmente a referida rota viajam normalmente por motivos negócios, turismo, compras, cuidados de saúde e formação, registando-se este ano um aumento considerável de passageiros.

De acordo com a delegada, no primeiro semestre de 2012 a companhia de bandeira namibiana registou um aumento do número de passageiros na ordem dos dez porcento e que a taxa de ocupação se situa actualmente entre os 70 e 80 porcento.

A Air Namíbia opera em Angola desde 1991, mas teve de interromper a actividade no ano seguinte, devido ao conflito armado que afectou Luanda na altura. Retomou em 1995, com um vo por semana com um avião do tipo Boing 737 – 200, com capacidade para 107 pessoas.

Aumentou a frequência para dois voos semanais em 2003, e desta data a 2012, com o aumento do volume de passageiros e porque o mercado exigia, paulatinamente esta ligação foi se reforçando, com base numa parceria com a TAAG.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: