Suécia - Ao contrário do governo Sueco em Angola esta consumado que o actual governo promove políticas que beneficia os deputados. A título de exemplo, sem contar com os estrondosos salários  - injustificáveis -  acima de 7 mil dólares por mês,  viaturas da última geração - Jaguar -  e a disposição um “apartamento”.

Fonte: Club-k.net
 

Cada deputado usa dos cofres do Estado anualmente 500 mil dólares


“Não tem lógica nem nexo o governo gastar este dinheiro para beneficiar os deputados”. Esta política reforça o estigma de que os políticos em Angola só lutam para usufruir destas regalias e não com o intuito de defender os reais interesses do povo.


Um aspecto a ter em considerado é que as “benesses” dos parlamentaristas são provenientes do fundo do estado. E democraticamente, o povo deveria ter o direito de saber detalhadamente estas imunidades.


Portanto, em países como Suécia, Canada, Inglaterra e outros países estáveis a nível mundial, os governos não implementam estas políticas que promovem segregação de classes sócias. Porém, é oportuno destacar igualmente que os parlamentaristas nestes países têm como média salarial 80 mil dólares por ano e não inclui bónus material.


Contrariamente, em Angola cada membro parlamentar arrecada mas de 500 mil dólares por ano se contabilizarmos as viaturas que recebem anualmente, salários casas e outras regalias - motorista, empregada doméstica, viagens pagas, saúde ... -


Para uma análise mas sólida carregue o vídeo em anexo na qual descreve em geral os benefícios que os deputados têm na Suécia e que não difere muito dos outros países do primeiro mundo:

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: