Lisboa -  A recente intervenção de José Eduardo dos Santos  quanto  a cidade do Kilamba esta a ser debatida nas redes sociais, como “um oportuno desmentido” a  posições que o director do Jornal de Angola, José Ribeiro teceu, em outras ocasiões  alegando que viu “muita gente a morar” naquela centralidade.

Fonte: Club-k.net

DG do Jornal de Angola mentiu quanto ao Kilamba

No passado dia 9 de Novembro, a margem de uma visita de trabalho aquela centralidade, o Presidente da República   manifestou o desejo de que a cidade seja habitada  o mais rápido possível e que as questões burocráticas sejam "ultrapassadas urgentemente".

"Não há quase ninguém na cidade [do Kilamba], a grande maioria dos prédios continua por se ocupar.”, disse o Chefe de Estado.

A 8 de Julho, em resposta a imprensa estrangeira que descrevia o Kilamba como uma cidade fantasma, o director do Jornal de Angola, José Ribeiro escreveu um artigo criticando e ao mesmo tempo para rejeitar o que  os jornais estrangeiros escreveram sobre o assunto.

“Na Cidade do Kilamba onde estive esta semana, vi muita gente a morar em novos apartamentos, escolas e creches abertas com crianças e bebés, supermercados com a mais variada oferta de produtos, viaturas estacionadas nos parques que Luanda nunca teve (…) A menos que para a BBC os angolanos que lá vivem não sejam pessoas, sejam fantasmas, para mim a Cidade do Kilamba que vi está em grande progresso e muito longe de ser comparável aos aglomerados abandonados dos Estados Unidos.”, escreveu o polêmico   jornalista na sua coluna  “A Palavra do Director”.

Logo a seguir as intervenções do Presidente, sobressaiu-se nas redes sociais debates   em torno de quem entre  JES e  José Ribeiro estará a mentir quanto a realidade habitacional naquela cidade.   Porém, face aos  excessos  que  caracterizam a figura do DG do Jornal de Angola,  as palavras de JES são vistas como uma intervenção  que desmente as palavras do responsável  do único diário público de Angola.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: