Luanda – O panorama musical angolano fecha o ano de 2012 com mais uma inesperada morte. A última vítima foi o cantor e guitarrista Domingos  Sebastião de Almeida, sob o pseudónimo artístico “Dominguinho”, que faleceu – vítima de uma doença prolongada – no passado dia 30 de Dezembro, numa das instituições sanitária de Luanda.

Fonte: Club-k.net

Nesta senda, o ministério da Cultura exprimiu nesta segunda-feira, a sua tristeza e consternação pela morte  do cantor e guitarrista “Dominguinho”. “O seu desaparecimento deixa, incontestavelmente, um enorme vazio no conjunto das figuras referenciais da sua época”, lê-se numa mensagem de condolências distribuída à imprensa. 

De acordo ainda com a referida nota, o ministério endereça ainda à família enlutada as suas mais profundas e sentidas condolências "pelo desaparecimento inesperado de uma figura emblemática da história da música popular angolana", acrescentando que Dominguinho foi um dos compositores que marcou a época de ouro da música angolana, no período colonial.

Dominguinho nasceu em 1943, no município de Cazengo, província do Kwanza Norte, e pertenceu à geração de músicos que deu um grande impulso à aparição de uma série de conjuntos, em Luanda, tais como Jovens do Prenda, Kiezos, África Show, Dimba Ngola e Ilundo.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: