Luanda – A Inspecção Geral da Saúde, afecto ao Ministério da Saúde, proibiu nesta  segunda-feira, 14, a distribuição, comercialização e consumo, em Angola, do Etambutol 400 mg + Isoniazida 150 mg em comprimido, por conter alterações nas propriedades físicas e físico-químicas.

Fonte: Angop

Em comunicado público, a Inspecção Geral da Saúde dá ainda a conhecer que se constatou no mercado angolano a circulação dos lotes número A-8m04/12e, A-09MO4/12E, A11MO4/12E, A-12MO4/12E, A-13MO4/12E, A-14 MO4/12E, A-16MO4/12E e A-17MO4/12E do referido medicamento em comprimido.

De acordo com uma nota, o referido fármaco é de origem indiana, tendo como fabricante a Pharmlink Laboratories e data de caducidade 03/2015.

“Com vista à preservação da saúde dos angolanos, a Inspecção Geral da Saúde exorta à população em geral que é expressamente proibido a distribuição, comercialização e o consumo do referido medicamento, em conformidade com o estatuído na alínea g) do número 4 do Artigo 7º do Decreto Presidencial número 180/10 de 18 de Agosto (Bases Gerais da Política Nacional Farmacêutica”, lê-se no documento.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: