Luanda –  A deputada da UNITA, Mihaela Webba, endereçou uma carta,  esta quinta-feira (07), ao Procurador Geral da República, general João Maria de Sousa solicitando esclarecimento em relação as informações que dão conta que aquele magistrado angolano   terá adquirido uma mansão em Cascais avaliada em 4 milhões de euros, inicialmente comprada em nome do empresário Lourenço Duarte.  Confire a integra da missiva.

Deputada endereça carta a procuradoria

Luanda, 7 de Março de 2013

Dr. João Maria de Sousa
Procurador Geral da República

Excelência


 Os meus respeitosos cumprimentos.


 Sob o título PGR Compra Mansão de Quatro Milhões de Euros em Cascais, o Club-K difundiu ontem uma notícia, segundo a qual, “o empresário angolano Lourenço Duarte adquiriu uma mansão em Cascais, avaliada em quatro milhões de euros (equivalente a mais de 4.200.000 dólares), que transferiu de seguida para a titularidade do general João Maria Moreira de Sousa”.


 Julga ainda o Club-K que “a compra da mansão tenha a ver com negócios considerados obscuros entre Lourenço Duarte, sócio-administrador do Grupo Ducard, e o general João Maria de Sousa, o PGR”.


 No interesse público, e com vista a habilitar-nos com elementos credíveis para podermos contribuir na defesa da honra de Vexa. e do princípio da presunção da inocência junto dos constituintes que já há muito nos indagam sobre a probidade dos vossos negócios, mui grata ficaria se nos fornecesse quaisquer informações que tiver por conveniente sobre o assunto.


Atenciosamente
Mihaela Neto Webba



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: