Huambo - O programa de aquisição de produtos agrícolas (papagro), lançado terça-feira pelo ministério do Comércio em parceria com o da Agricultura, tem por objectivo principal tornar fácil a vida dos camponeses, evitando que a produção dos mesmos continue a deteriorar-se por falta de uma rede de escoamento.

Fonte: Angop

A afirmação é da ministra do Comércio, Rosa Escórcio Pacavira de Matos, na inauguração do centro logístico comercial agropecuário da província do Huambo, localizado na comuna da Calenga, município da Caála, 33 quilómetros da capital provincial.

Explicou que o programa foi criado pelo Executivo para proteger os camponeses, no âmbito da resolução dos principais problemas do povo.

“Os camponeses deslocarão para estes centros para procederem a venda dos seus produtos de maneira directa, com preços fixados por uma tabela nacional, de acordo com a quantidade e qualidade dos produtos”, frisou.

A ministra do Comércio informou que os pagamentos da compra serão efectuados de maneira segura, por uma dependência móvel do Banco de Poupança e Crédito a ser instalado em todos os centros de logística onde os camponeses passarão a comercializar a sua produção.

O centro logístico comercial da Calenga, cujas obras de construção iniciaram em Outubro de 2012, ocupa uma área de 10 metros quadrados e possui oito câmaras frigoríficas, sendo quatro de congelação e outras de refrigeração.

A inauguração do empreendimento foi testemunhada pelo ministro da Agricultura, Afonso Pedro Canga, e pelo vice-governador do Huambo para o sector económico, Francisco



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: