Luanda - Um novo estatuto orgânico para a Sociedade de Comercialização de Diamantes (SODIAM S.A.) foi aprovado no dia 13 deste mês, em decreto presidencial nº 210/13, com o objectivo de reforçar o controlo desta sociedade pela Empresa Nacional de Diamantes de Angola ENDIAMA -E.P.

Fonte: Angop

De acordo com o decreto, com o novo estatuto, o actual conselho de administração da Sodiam cessa as funções que vinha exercendo por decreto presidencial nº 61/09 de 25 de Dezembro.


Neste âmbito e segundo o novo estatuto, a Sodiam vai ser administrada por uma Comissão Executiva nomeada pelo accionista dominante, neste caso, a ENDIAMA-E.P, detentora de 99 porcento do capital da sociedade , cabendo os restantes um porcento ao Instituto Superior de Participação do Estado (ISPE).


A comissão executiva, eleita em assembleia geral de sócios para um mandato de três anos, é constituída por Felipe Sérgio Gomes Adolfo, no cargo de presidente, Maria de Matos Figueiredo Mendes – administradora para a área de administração e finanças e José das Neves Gonçalves da Silva como administrador para a área de comercialização.


A esta comissão cabe a gestão corrente da empresa, relativamente aos assuntos que se inserem no seu objecto social.


A Sociedade de Comercialização de Diamantes criada em 1999 tem por objectivo principal a comercialização e lapidação de diamantes explorados em Angola.

A sociedade possui a SODIAM Antuérpia, sucursal detida em cem por cento pela SODIAM SARL, com configuração de mercado livre e aberto, fazendo a venda directa e imediata aos compradores de diamantes naturais produzidos a partir de Angola.

Para além deste, tem escritórios na China, Emirato Árabes Unidos , Israel, Bélgica, Suíça,


A Endiama –E.P. detém os poderes que a Lei das Sociedades Comerciais lhe confere, enquanto sociedade dominante de um grupo de empresas.

Compete à concessionária aprovar previamente a nomeação dos titulares de órgãos de direcção imediatamente subordinados à comissão executiva, os relatórios e balanços anuais e a proposta de aplicação de resultados.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: