Lisboa - O banco inglês Standard Chartered anunciou hoje a abertura de uma subsidiária em Angola em conjunto com a seguradora ENSA, dedicando particular atenção às oportunidades de negócios com a China, segundo consta do site do banco britânico.

Fonte: Lusa/SOL

"A subsidiária, que se vai chamar Banco Standard Chartered Angola, vai ser o primeiro grande banco internacional a ter uma presença física em Angola, um importante desenvolvimento no contexto da crescente sofisticação da economia angolana e particularmente do seu sector financeiro", lê-se no site do banco britânico, que dedica especial atenção às potencialidades dos negócios com a China.


"Angola é o segundo maior produtor de petróleo e gás na África subsaariana. O Standard Chartered tem uma longa história e um registo de sucesso em lidar com este sector a nível mundial oferecendo uma profunda mais-valia e entregando valor aos negócios através do financiamento de projectos e aquisições, de exportações e de novos projectos", lê-se no documento.


"Angola é também o maior parceiro comercial da China em África - em 2012, este corredor comercial valia mais de 35 mil milhões de dólares. Em todos os mercados em África, o Standard Chartered tem um registo comprovado de capacidade de dar assistência às empresas que fazem operações financeiras em vários países em África com a China, fornecendo as ferramentas financeiras necessárias e os conselhos estratégicos às empresas chinesas que fazem negócios na região.


A entrada do banco britânico em Angola é feita com 60% da operação, cabendo à seguradora local ENSA os restantes 40%, tendo sido escolhido para liderar o projecto o empresário angolano Miguel Miguel.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: