Lisboa - A maioria dos cantores precisa de vender milhões de discos e dar a cara por causas humanitárias para conhecer líderes mundiais. Não foi esse o caso de Bim Fernandez, que na infância tinha um ‘tio' chamado Nelson Mandela.

Fonte: Correio da Manha

Bim é uma das filhas de Antonio Oladeinde Fernandez, diplomata e empresário nigeriano, considerado um dos homens mais ricos de África, pelo que a proximidade de figuras como Mandela foi tão natural quanto um passeio de elefante na festa do sétimo aniversário.

Ou as viagens a Luanda, "quando era muito pequenina", para visitar o Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos. "Ele é o meu padrinho", revelou à Revista "Domingo", numa entrevista telefónica, a cantora de 24 anos, residente em Nova Iorque.

O primeiro passo na tentativa de tornar-se a próxima estrela da música pop é a canção ‘Let's Take it Naked', um tema animado e dançável integrado no disco ‘The Dude Part Two', que a sua editora lançará nos EUA dentro de semanas.

Apesar de o título da estreia a solo da cantora batizada Abimbola Fernandez ser algo como "vamos encarar isto despidos", ela insiste que a letra é menos ousada do que aparenta. "Quis uma canção pop, com que as pessoas pudessem dançar. Nada muito sério."

Muito menos descontraída é a sua reação à ideia de que está a viver um capricho financiado pelo multimilionário progenitor, de 78 anos. "A pior parte é que as pessoas vão presumir que devo a carreira ao meu pai, o que não só é doloroso como extremamente falso", diz a jovem, que decidiu levar a sério a música no ano passado, depois da morte da mãe, Aduke, falecida num hospital de Nova Iorque, após uma longa luta contra o cancro.

Reconhecendo que "é bom ter o pai a servir de guarda-chuva", Bim Fernandez ri-se quando lhe é perguntado se o conselheiro de José Eduardo dos Santos, que deve a fortuna a minas de ouro e negócios petrolíferos, aprecia a sua vocação.

"Era a última coisa que ele queria. Preferia que estudasse Direito. E que fosse uma nigeriana tradicional. Mas está-me no sangue. A minha mãe adorava música e trabalhou na indústria discográfica. Não posso evitá-lo. E ele entende. Só quer que tenha sucesso, e que esteja feliz", diz.

A PRÓXIMA RIHANNA?

Descoberta por muitos norte-americanos graças a um artigo publicado no mês passado pelo ‘New York Post', principal tabloide nova-iorquino, que não deixou de fazer referência ao desenho original de Pablo Picasso que enfeita uma das paredes do seu apartamento, Bim Fernandez reconhece a vantagem de ser mais conhecida, sem deixar de lamentar o título do texto: "Conheçam a herdeira nigeriana que quer ser a próxima Rihanna."



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: