Luanda - O jogo entre o Petro de Luanda, décimo primeiro colocado com dois pontos, e o Recreativo do Libolo, um dos líderes com seis pontos, constituiu o destaque da 3ª jornada do campeonato nacional de futebol da primeira divisão, a ser disputado sábado, às 16 horas, no estádio 11 de Novembro.

Fonte: Angop

Motivados com a reviravolta na Taça da Confederação, ao superarem domingo o Ebusua do Ghana, com vitória de 4-0 no jogo da segunda mão, anulando assim a desvantagem de 0-2, os petrolíferos aproveitarão o "bom" momento para contrariar o Libolo, que vem de dois triunfos consecutivos, frente ao Interclube (1-0) e Benfica do Lubango (2-0).

No presente Girabola, os tricolores empataram nas duas rondas iniciais, com o Sagrada Esperança da Lunda Norte e o Sporting de Cabinda, por um golo.

Em função da boa exibição apresentada domingo frente aos ghananses espera-se por uma partida renhida.

Na edição passada, curiosamente, cada um venceu em casa do seu adversário e pelo mesmo resultado (1-0).

A jornada, que reserva todos os desafios para sábado, tem também o aliciante FC Bravos do Maquis (terceiro posicionado do Girabola2013) e o 1º de Agosto, vice-campeão.

Os maquisardes com três pontos, no oitavo lugar, procurarão redimir-se do desaire averbado na ronda passada, frente ao campeão Kabuscorp do Palanca (1-2), e contrariar os militares.

Com a eliminação na liga dos clubes campeões africanos no passado sábado (venceu 2-0, mas insuficientes para anular os 4-1 sofrido no Congo diante do AC Leopards), o 1º de Agosto tem agora virado a bateria para o Girabola, onde ainda não pontuou.

Nas duas jornadas anteriores, os rubros e negros, na 13ª posição, foram derrotados pelo Progresso do Sambizanga e Recreativo da Caála, ambos por 0-1.

Na Huíla, o Desportivo local, depois de “reprovar” na sua estreia na taça Nelson Mandela, (derrota nos dois jogos, 0-1 e 0-2 frente ao Bizertin da Tunísia), jogará diante do campeão Kabuscorp do Palanca, também afastado das competições africanas, ao consentir empate nulo e derrota (0-1) frente ao Zamalek do Egipto.

Apesar desta situação, na ronda transacta a equipa da Huíla (sétima com três) bateu o 1º de Maio de Benguela, por 2-0, e o grémio do Palanca, quarto posicionado com 4 pontos, suplantou o FC Bravos do Maquis, por 2-1, pelo que se espera também por um jogo equilibrado.

O 1º de Maio de Benguela (10º com três) terá pela frente o primeiro colocado Benfica de Luanda, com seis pontos, enquanto que o Interclube (9º com três) mede forças com o estreante União Sport Clube do Uige (14º/00).

O Recreativo da Caála (6º com 4) defronta o Sagrada Esperança (12º com um), o Progresso do Sambizanga (3º com seis) mede forças com o Sporting de Cabinda (5º com 4) e o Benfica de Lubango (15º/00) joga frente o Atlético Sport Aviação (16º/00).



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: