A maioria da população em Angola tem um limitado acesso a uma pluralidade de opiniões devido ao facto dos meios de comunicação social com cobertura nacional serem controlados pelo governo, lê-se ainda no relatório final da União Europeia divulgado recentemente.

Para uma apreciação mais plural e isenta a qualquer censura ideológica visite o link em anexo para aceder o relatório na íntegra:

Relatório final / União Europeia missão de observação eleitoral

Fonte: Club-k / União Europeia



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: