Luanda - Os maus resultados alcançados durante os principais campeonatos de futebol (Girabola e liga dos clubes campeões africano) forçou a direcção do 1º de Agosto a rescindir, no último domingo, o contrato com o treinador Daúto Faquirá, mesmo após este ter arrancado, em Cabinda, os três pontos ao Sporting local, vencendo por 1-0, em jogo da oitava jornada do Campeonato Nacional de Futebol da primeira divisão (Girabola2014).

Fonte: Club-k.net
Num curto comunicado – divulgado na página oficial do clube militar na internet – a direcção do vice-campeão nacional (2013) – justifica que Daúto Faquirá “não tem correspondido aos objectivos traçados pela direcção para a presente época”.

Razão pela qual, esta decidiu interromper “o contrato com o técnico Daúto Faquirá bem como os restantes membros da sua equipa técnica", pode-se ainda ler.

O comunicado assinado pelo presidente de direcção do 1º de Agosto, general Carlos Hendrick, revela que em substituição a Daúto, foi nomeado o técnico bósnio Dragan Jovic, de 50 anos de idade, integrante, há cerca de três meses, aos quadros da Academia de Futebol do Clube, que será coadjuvado por Nedzad Selimovic, Adman Hodzic, e os ex-internacionais Filipe N'zaza e Napoleão Brandão.

De salientar que o luso-moçambicano deixa o club do “Rio Seco” com três vitórias, um empate e quatro derrotas, bem como um saldo nulo em golos (9 marcados e 9 sofridos), ocupando a sétima posição com 10 pontos na classificação geral.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: