"A expectativa da estreia é grande e causa sempre nervosismo e ansiedade. Estamos a preparar o ‘Jornal’ que será emitido às 18h00. A azáfama é muita, até porque é o primeiro serviço informativo da estação e tem de estar tudo afinado", revelou ao CM José Carlos Castro, um dos profissionais da TVI que deu formação aos pivôs do novo canal

Ao lançamento da TV Zimbo assistiu o director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, um dos parceiros do novo canal angolano. "Esta estação de televisão é um sinal de progresso para Angola. Todos nós sabemos que quanto maior a oferta na Comunicação Social mais livre um país se torna, melhor é a sua democracia", referiu Moniz.

Segundo o presidente do Conselho de Administração do canal, Álvaro Torres, o objectivo é conseguir que um "crescente número de angolanos" tenha acesso à Informação "séria, rigorosa e credível". Amílcar Xavier, director de Informação da TV Zimbo, adiantou: "Queremos dar ao telespectador mais pluralismo, mais respeito pela opinião de todos os angolanos. Queremos também atingir os objectivos preconizados pela administração, que se baseia num jornalismo sério, rigoroso, com objectividade e sem rodeios. Procurar não só os factos mas informar com verdade."

ImageA TV Zimbo emite entre as 17h00 e as 00h00, em sinal aberto, com vários conteúdos portugueses (da produtora NBP), como a série ‘Inspector Max’ e a novela ‘Feitiço de Amor’. A estação prevê abrir centros de produção de Benguela, Huambo, Huíla e Cabinda.

SAIBA MAIS

MEDIANOVA, TVI E BBC

O canal foi criado pelo grupo MediaNova em parceria com a TVI e a BBC.

FUNCIONÁRIOS

A estação tem 310 trabalhadores angolanos, alguns formados em Portugal, Brasil e África do Sul. A redacção tem 22 jornalistas formados por profissionais da TVI.

PROGRAMAÇÃO

Conteúdos informativos, de entretenimento, talk show e desporto são o forte da canal.

CONCHA AFRICANA

O nome Zimbo vem de uma concha das praias africanas e que devido a sua raridade foi usada no século XVI como moeda de troca, até ter sido substituída por contas.

Fonte: CM



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: