Nos noticiários emitidos, num  passado recente, Magalhães que é jurista de formação, orientava aos editores que apenas a figura do Ministro  merecia ser tratada por “Dr Rabelais”. Era notável, em “peças informativas” o uso excessivo do termo “Doutor” para citar o nome do  Ministro da Comunicação que  também é jurista de formação. Outras figuras do regime não são  tratadas da mesma forma.

Criticas feitas ao desnecessário uso do titulo “doutor” nos microfones da RNA para referenciar Manuel  Rabelais foi varias vezes feitas por um renomado e veterano do jornalismo angolano,  Aguiar Santos,  DG do Semanário AGORA.  De acordo com as normas jornalísticas fundamentadas, diversas vezes por Aguiar Santos  não é necessário tratar as personalidades pelos títulos, salvo, os médicos e professores catedráticos. 

Fonte: Club-k.net



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: