Luanda - O presidente do vice-campeão nacional angolano de futebol, Kabuscorp do Palanca, Bento "Kangamba", anunciou hoje, em entrevista à Lusa, que está negociar a transferência para o clube, já em fevereiro, do antigo internacional brasileiro Ronaldinho Gaúcho.

Fonte: Lusa

Depois de Rivaldo, outro antigo internacional brasileiro que jogou no Girabola angolano por aquela equipa, o general Bento dos Santos "Kangamba" tinha já tentado contratar Ronaldinho Gaúcho para o clube do bairro do Palanca, em Luanda, em 2012.

O craque brasileiro de 34 anos está agora mais perto dos relvados angolanos, como avançou, em exclusivo à Lusa, o presidente do Kabuscorp do Palanca.

"Estamos em luta, com negociações, com o empresário do Ronaldinho Gaúcho para dar-nos o passe para um ano. Ele está no México, acabou agora o campeonato", revela Bento "Kangamba".

A concretizar-se esta transferência, além do reforço para o vice-campeão do Girabola 2014, o general e empresário angolano garante que será o próprio futebol nacional a sair beneficiado.

"Para termos uma competição muito forte", afirma.

Certa é já a continuidade para a época que arranca em fevereiro do camaronês Meyong, antigo avançado do Vitória de Setúbal, pedra central na conquista do Girabola 2013 pelo Kabuscorp e que em 2014 voltou a ser o melhor marcador do futebol angolano.

"Um grande jogador, um grande líder. Desenvolveu o futebol do Kabuscorp", assume o presidente daquele que garante ser o clube "mais popular" de Luanda, por ser verdadeiramente "de bairro".

A aposta na formação, com a inauguração da nova academia a 04 de dezembro, dia do 19.º aniversário, e o novo estádio são prioridades do Kabuscorp, numa estratégia cuja prioridade desportiva assenta na promoção internacional do clube, através das taças africanas, com nova presença garantida em 2015.

"Ao irmos buscar este tipo de jogadores podemos ganhar a liga dos campeões [africanos] e poderemos ir ao mundial de clubes, jogar com as equipas da Europa. Esse é o sonho de qualquer presidente de um clube como eu", afirma Bento "Kangamba".

Na lista do presidente do Kabuscorp está ainda a presença do SL Benfica, de Lisboa, na capital angolana, para um jogo particular com a equipa de Luanda.

"Temos estado a conversar. Acho que algum dia vai chegar, para jogarmos com o Benfica", aponta o dirigente e confesso adepto do clube da Luz, estádio onde de resto possui um camarote.

"Eu sou benfiquista 100% e por isso, na semana passada, não aceitei tirar fotografia com o presidente do FC Porto [Pinto da Costa foi recebido pelo presidente angolano, José Eduardo dos Santos]. Não podia trair o meu clube", confessa.

A pretensão de envolver o internacional português Cristiano Ronaldo numa ação de solidariedade em Angola está igualmente em cima da mesa do presidente do Kabuscorp do Palanca.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: