Cabinda - O Juiz da causa, Jeremias José Sofera, procedeu ao despacho de douta pronúncia do réu, José Marcos Mavungo, pelo suposto cometimento de suposto crime de rebelião contra o poder do Presidente José Eduardo dos Santos

 Fonte: Club-k.net

Acusado de tentar derrubar o Presidente JES a partir de Cabinda

De acordo com documento que o Club-K, teve acesso, o Juiz Jeremias Sofera decidiu que «o réu deve manter na situação em que se encontra, até ao julgamento que se prevê para breve, não só em razão e circunstâncias do crime, como ainda pela personalidade do mesmo, haver receio de fundado na perturbação da ordem pública e da continuação da actividade criminosa (artº 10º, n.º3, al.c) da lei18/92 de 17 de Julho.».

 

Segundo discrição de personalidades que o tem visitado, “O Dr. Marcos Mavungo, Está animado e determinado nas suas convicções. Foi ainda agraciado na mesma manhã de ontem, 30 de Julho, pela visita do Presidente da UNITA, Isaías Samakuva. Os advogados já foram notificados. Aguardamos entretanto a marcação da data do julgamento.”

 

 

 

 

Loading...



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: