Luanda - Esta a ter consistência dentro do Ministério da Comunicação Social,  informações que atestam a eminente saída do Director Geral da RNA, Eduardo Magalhães. No seu lugar  poderá ser colocado um  profissional do Ministério,  Helder Barber, que é DG Adjunto da TPA e Porta Voz do Ministro Rabelais.

A saída de Eduardo Magalhães é nesses meios  associada a pressões internas e igualmente a questões de relações humanas com os funcionários  que  não se revêem na sua gestão. (Esta sempre ausente e não  são realizadas as reuniões diárias  do Conselho editorial). As reclamações contra a sua pessoa, muitas das vezes levadas dentro do partido do poder, estavam a afectar negativamente a imagem do  Ministro Manuel Rabelais que é apontado como responsável da ma gestão de Magalhães .
 
Numa recente reclamação feita a sua pessoa, foi lhe atribuído  incapacidade de gestão no dossiê relacionado a falta/atraso dos dois meses de salários que  os trabalhadores enfrentam. A 23 de Fevereiro produziu/assinou  um comunicado/circular  tido internamente como “impróprio” encorajado pela pressão interna que enfrenta tendo de seguida reunido com o núcleo na RNA do sindicato dos jornalistas na qual atribuiu responsabilidades do atraso dos salários ao Ministério da economia, dirigido por  Manuel Junior, do BP do MPLA.

Eduardo Magalhães, entrou recentemente em pânico, na seqüencia de uma informação vinda do Semanário Angolense que dava conta do seu afastamento. Não ha dado definido sobre o seu futuro. É  jornalista de profissão. Formou-se em direito.  Assina os documentos internos como “DR Eduardo Magalhães” razão pela qual  diz-se que tem certa apetência de ascensão social.

Fonte: Club-k.net



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: