Manuel Rabelais conferenciou, sábado, com um grupo restrito de altos funcionários da TPA para   notificar o afastamento de Fernando Cunha. Em seu lugar anunciou a criação de uma comissão de gestão. Fernando Cunha acabado de chegar de Cuba não foi convidado para reunião. Estava no Mussulo.

Uma saída de Fernando Cunha da liderança da Tpa estava prevista para Janeiro. O canal1 seria entregue a uma gestão coordenada por Tchizé dos Santos. Fontes próximas a Rabelais entendem que este pretende demitir F Cunha apanhando-o desprevenido. Rabelais, segundo os seus próximos, invoca que o  DG da TPA o terá afrontado.

Estava previsto um encontro hoje (9) em obediência da agenda do Ministro que reúne todas as segundas feira com os responsáveis da Radio, TPA e Jornal de Angola. Não se realizou devido o feriado prolongado que se observa em Luanda.

Revelações em meios próximos ao Ministro, apontam que Fernando Cunha dirige a TPA por imposição da Presidência da Republica. Em finais de 2007 Rabelais submeteu, para apreciação dos serviços de apoio ao presidente, uma lista contendo nome dos seus favoritos para os órgãos de comunicação. Indicava Fernando Cunha para Director das edições Novembro / Jornal de Angola mas viu a sua escolha  alterada. lhe foi transmitido que para dirigir a TPA não era necessário um jornalista conforme pretendia mas sim um bom gestor. Foi lhe então “imposto”, Fernando Cunha, jovem economista que tem a reputação de bom gestor.

De inicio, Rabelais nunca apresentou queixa sobre F. Cunha e nunca sentiu indiferença do seu inferior hierárquico face ao seu notário lado autoritário. Viajavam juntos em missão de serviço para o interior. Em Novembro de 2008, entraram em colisão por motivações ainda não perceptíveis.

Quem é Quem dentro do regime

MANUEL RABELAIS – Formou-se em direito. Tem apoio no partido por via da figura do SG Dino Matross e do porta voz, K Kanawa. Ascendeu ao poder por via ortodoxias. O seu autoritarismo agrada o regime, consegue impor-se junto a imprensa privada vetando ou evitando informações que não queira que se passe. É a única figura do Governo que não é tratada pela negativa na media privada. Revelou-se hábil em mobilizar para si os mesmo jornais. (Tema relacionado)

FERNANDO CUNHA – “Nandinho” como é tratado pelo General “ Kopelipa ”, tem apoio deste e de outras figuras na presidencia. Goza da simpatia do Porta voz, Aldemiro Vaz da Conceição. É mais pela ala “Eduardista” do que partidária. Não tem a mesma astucia que M Rabelais. É diplomático na forma de acção. Tem previsão de regressar para a imprensa nacional.

POR SAIR: ->  Eduardo Magalhães  chamado pelo Tribunal de Contas, na qualidade de DG da Radio Nacional de Angola

Fonte: Club-k.net



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: