Luanda - Uma carta de apoio aos investidores nacionais e estrangeiros vai estar disponível no país, a partir de 2016, anunciou hoje, quarta-feira, em Luanda, a ministra do Comércio, Rosa Escórcio Pacavira de Matos.

Fonte: Angop

O projecto, uma iniciativa do Ministério do Comércio, vai permitir aos investidores escolherem os sectores prioritários para aplicarem os seus investimentos, bem como apurar as condições de investimento e os incentivos.

A ministra Rosa Pacavira fez este anúncio durante o acto de tomada de posse dos membros do conselho de administração da Agência para a Promoção do Investimento e Exportações de Angola (APIEX).

Segundo a governante, para o êxito do projecto, o pelouro do Comércio está a trabalhar com o Serviço de Migração Estrangeiros (SME) para acautelar a problemática dos vistos de trabalho e permitir que os investidores possam vir ao país com a máxima segurança.

Para dar consistência à carta, o Ministério do Comércio criou o “Lance of service” (Guiché Único), onde o investidor poderá ter acesso à plataforma digital e, a partir dai, ter a noção das áreas para investir em Angola.

Explicou que a nova lei do investimento privado divide o país em duas zonas (A e B), onde estão a ser criadas as zonas económicas especiais e o pólo industrial de desenvolvimento Luanda-Bengo.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: