Luanda - Romeu Filemon foi suspenso no domingo pela Federação Angolana de Futebol (FAF) "por ausência injustificada", que o mesmo promete esclarecer esta semana em conferência de imprensa.

Fonte: Lusa

Segundo a imprensa angolana, a ausência de Romeu Filemon deve-se a oito meses de salários em atraso.

 

No domingo, no mesmo comunicado, a FAF anunciou a substituição de Romeu Filemon e dos seus adjuntos Afonso Paxe Filho e Dombasi Njinga João por não terem comparecido no sábado, ao reinício dos treinos de preparação para o Campeonato das Nações Africanas (prova em que as seleções só podem utilizar jogadores das respetivas ligas) CHAN2016.

 

A quarta edição da prova disputa-se no Ruanda, entre 16 de janeiro e 07 de fevereiro.

 

"As coisas têm que ser ditas com verdade. Provavelmente, quinta ou sexta-feira darei uma conferência de imprensa, no sentido de esclarecer verdadeiramente o que se está a passar", disse Romeu Filemon à Rádio Nacional de Angola.

 

Na quarta-feira, Romeu Filemon tinha pedido a regularização dos salários dos membros da equipa técnica dos 'Palancas Negras', durante uma conferência de imprensa realizada em Luanda, para o balanço da primeira fase de preparação da seleção para o CHAM2016.

 

"Vivemos uma crise financeira que influencia bastante o nosso grupo. Penso que se o problema for resolvido com urgência não vai afetar o grupo. Espero que a estrutura competente da federação possa resolver esta situação o mais rápido possível", disse na altura o técnico.

 

A FAF referiu no seu comunicado que ficam à frente da seleção nacional interinamente os técnicos José Kilamba e André Macanga.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: