Luanda - O porta-voz da Santa Sé, Pe. Frederico Lombardi, desmentiu hoje, em Luanda, que Bento XVI tenha abordado a questão do alargamento da emissão da Rádio Ecclesia no seu encontro privado com o presidente da Republica de Angola, José Eduardo do Santos.

“Naturalmente é um desejo que isto aconteça, ficaríamos muito contente”, mas a questão não foi abordada.

Falando em conferência de imprensa que serviu para fazer balanço do primeiro dia da visita, o Pe. Lombardi explicou que a emissora católica de Angola transmite, actualmente, em onda curta através da Rádio Vaticano.

Por outro lado, o porta-voz da Santa Sé lamentou a má interpretação de "alguma imprensa", sobre as expressões usadas pelo Papa quando abordou a questão do aborto no encontro com Corpo Diplomático.

"A moral da Igreja aceita desde sempre o aborto indirecto, como acontece quando uma mãe está gravemente doente e tem de ser tratada, podendo a criança perder a vida em consequência disso", afirmou.

O Pe. Lombardi agradeceu a hospitalidade do povo angolano e referiu que o Papa está a resistir bem ao calor que se faz sentir actualmente no país.

 Fonte: Agencia Ecclesia



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: