Luanda – A primeira-dama da República de Angola, Ana Paula dos Santos, disse hoje, domingo, em Luanda, que os homens encontram na violência contra a mulher uma forma de mostrar autoridade e supremacia sobre elas.

A primeira-dama teceu essas declarações à imprensa, depois de ter participado na maratona  denominada “Saúde e bem-estar”, organizada pelo Centro de Beleza e Estética Deana Day.

Segundo Ana Paula, ao usar da força, os homens só afastam cada vez mais as mulheres e acabam por denegrir a sua própria imagem.

“Não pensem que as mulheres são seres frágeis. São apenas sensíveis e os homens que praticam actos de violência contra elas, não sei se lhes poderei chamar de homens, são seres cobardes que por causa da força das mulheres se sentem inferiorizados e por isso agem de forma a magoá-las quer física ou psicologicamente”, referiu.

A primeira-dama fez um apelo aos homens no sentido de se consciencializarem que a mulher é um ser forte e que pode ser parceira, companheira e amiga e não uma inimiga dentro ou fora de casa.

Quanto ao significado da maratona em que participou, Ana Paula dos Santos disse que a mesma é uma chamada de atenção a todas as mulheres para que participem de actividades físicas, se cuidem mais e que prestem atenção a sua saúde.

“As pessoas têm de começar a perceber que o exercício físico é fundamental para se ter uma boa saúde física, mental, e espiritual que são essenciais para o bom desempenho das nossas funções na sociedade”, frisou.

A maratona denominada “Saúde e bem-estar” está enquadrada nas comemorações do mês da mulher (Março) e do dia do pai.

Fonte: Angop



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: