Luanda - Depois de, em janeiro, ter feito entrar na FIFA um pedido de indemnização de dois milhões de dólares ao jogador Trésor Mputu por ter abandonado o clube, em abril de 2015, desrespeitando o contrato que tinha assinado, válido até final desta época, o Kabuscorp viu o Single Judge da Player Status Committee dar-lhe razão integral no processo.

Fonte: A Bola

Trésor Mputu, que chegou a ser considerado um dos melhores jogadores africanos a atuar no continente, foi condenado a pagar dois milhões de dólares ao emblema angolano, num prazo máximo de 30 dias.



O valor pedido pelo Kabuscorp divide-se em 500 mil dólares por violação de contrato e 1,5 milhões por danos materiais, como o pagamento da transferência ao TP Mazembe, da RD Congo.


Trésor Mputu pode ainda recorrer para o TAS sendo que, neste momento, encontra-se castigado e sem poder jogar.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: