Luanda - Os trabalhadores da Rádio Nacional de Angola (R.N.A) já começaram a receber os salários em atraso desde ontem.  O passo segue-se ao anúncio do projecto de queixa formal contra a direcção da emissora pública, agitada no final da semana transacta pelo núcleo sindical da empresa.

A mudança foi confirmada hoje à Ecclesia pelo porta-voz do núcleo sindical, Pedro Miguel, que evocou os colegas que constataram a situação nas suas contas bancárias.

Simultaneamente, acrescentou outra fonte do núcleo, falando ao Apostolado, a direcção da rádio avançou uma proposta de superação da crise pela via negocial.

O núcleo, segundo esta fonte, já havia conseguido um número suficiente de aderentes e estava na fase de consultas do advogado quando o patronato ostentou esta flexibilidade.

Esta fonte descartou por isso a perspectiva de se efectivar a queixa a breve trecho.

A secretária-geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA), Luísa Rogério, regozijou-se pela evolução. Mas, exprimiu a esperança de ver sanada por completo a questão, inclusive os atrasos salariais remotos.

Fonte: Apostolado



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: