ImageLuanda - As etapas da nossa rica história foram de luta. Luta pela sobrevivência, na evolução do “Berço da Humanidade”, luta contra o esclavagismo, luta contra o colonialismo, luta contra as invasões estrangeiras, luta pela liberdade dos nossos irmãos da Namíbia e África do Sul, luta contra a ditadura do proletariado, luta contra os diamantes de sangue, a luta contra as minas e finalmente a luta pela Reconstrução Nacional.

Os Angolanos souberam ultrapassar todas estas etapas da Historia, com bravura, sabedoria e coragem alcançando vitórias. A abolição da escravatura, a Independência Nacional, a expulsão dos invasores, o multipartidarismo, a vitoria militar do GURN, o Abraço de 2002, e o reconhecimento do vencedor da guerra dos “diamantes de sangue” pelo voto Popular em 2008, foram vitórias que fizeram de nós um Povo que quer viver em Paz, desenvolver o seu País e desejoso por um nível de vida aceitável.

Em cada uma dessas vitórias, tivemos grandes Lideres e Heróis Nacionais;

Bula Matadi, o "Aristocrata", Njinga Mbandi, “a Rainha Mãe”, Ngola Kilwenje, o “Benevolente”, Ekwikwi II, o “Progressista”, Mutu Ya Kevela, o “General”, Mandume “o Guerreiro”, Hoji Ya Henda, o “Jovem”, António Agostinho Neto, o “Fundador da Nação”, Jonas Malheiro Savimbi, o “Pluralista”, Holden Roberto, o “Nacionalista” e José Eduardo dos Santos, o “Arquitecto da Paz”.

O voto pela Paz, foi dado pela Sabedoria Popular, ao Partido que mostrou disciplina, organização e um plano de trabalho e de desenvolvimento intelectual, social, profissional e financeiro de Angola e para os Angolanos

O MPLA vai governar nos próximos quatro anos, e é um dever de todos os Angolanos, ajudar e participar na implementação do seu programa. Se for implementado vai ser muito bom para todos nós. È um dever da Oposição ser positivo, apoiar os projectos com novas ideias, novas propostas e fiscalizar o desempenho do Governo. Vamos fazer uma Oposição positiva, vamos apontar os erros com opiniões válidas, com civismo e censo comum.

A proposta de revisão constitucional que estamos a apoiar, baseia-se num dos sistemas democráticos mais antigos dos tempos modernos, e onde o conceito de Constituição e Partido Politico apareceu: A democracia dos Estados Unidos da América.
È um Pais Líder no Mundo, o mais desenvolvido nas áreas sociais, financeiras e da tecnologia, fazendo das suas experiencias um exemplo a seguir.
Republica e Democracia são os conceitos actuais de Regime Politico, adoptado também por Angola.
Da Inglaterra e dos Paises da Commonwealth o Governo Sombra da Oposição.
Vamos modernizar, seguindo o exemplo dos mais sucedidos.
Vamos orientar a nossa sociedade para um sistema bipartido e democrático onde cada um de nós defende os seus ideais dentro do Partido que ouve as nossas opiniões.
Vamos fazer politica moderna, onde todos os que querem participar, têm a palavra, votam e são votados.
Vamos usar as novas tecnologias de informação para criar o segundo grande Partido em Angola.
Os Angolanos, com tratamento igual por parte do Estado, com segurança garantida pela Exercito e Policia, vão virar esta página da Historia e trabalhar para viver melhor.

O objectivo deste movimento é:

1-Ouvir a opinião de todos sobre a nova Constituição, criando um fórum de debate Constitucional.
2-Aglutinar toda a Oposição em torno desta proposta de Revisão Constituição e criar as bases para a criação de um grande Partido da Oposição.
3-Receber propostas para um modelo Organizativo do Novo Partido, Estatutos, orientação politica, órgãos sociais, denominação, bandeira, hino, etc., através de fóruns específicos
4-Preparar o 1º Congresso do novo Partido
5-Aglutinar as diversas tendências politicas da Oposição em Grupos de influencia, para se criar as listas de candidatos á direcção do Partido.
6-Forum de debate sobre o Governo da Oposição, discutindo as politicas a seguir, propostas ao Governo e constituição do Governo da Oposição.
7- Mais importante de todas, ouvir a opinião dos Angolanos sobre a nossa Politica.


Vamos todos participar

Vamos dar a nossa opinião


Filiem-se “on-line” no novo Partido – não neste blog, e voluntários aceitam-se para se criar um site interactivo, onde vamos discutir, a Constituição, a formação do novo Governo da Oposição, o novo Partido, as leis como a dos Partidos políticos e das terras.

Vamos mudar Angola, virando a página do passado rumo a um futuro moderno.

Vamos ser Angolanos democratas e participar; Angola precisa de todos nós.

Fonte: http://angolaunida.blogspot.com/



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: