Luanda - A empresária angolana Isabel dos Santos, que lidera a petrolífera estatal Sonangol, vai ser presidente da assembleia-geral do Petro de Luanda, um dos clubes mais representativos de Angola.

Fonte: lusa

Segundo informação divulgada pelo próprio clube, Isabel dos Santos, primeira filha do Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, lidera a lista àquele órgão nas eleições de 17 de setembro, tendo como candidato a vice-presidente (da assembleia-geral) Paulino Jerónimo, por sua vez presidente da comissão executiva da Sonangol, empresa patrocinadora do clube.


Na mesma lista - única - concorre ao cargo de presidente da direção do Petro (Atlético Petróleos de Luanda) Tomás Faria, que será reeleito.


Considerada a mulher mais rica de África, Isabel dos Santos, 43 anos, tem negócios sobretudo na banca, energia e telecomunicações em Angola e Portugal.


Desde que assumiu o cargo de presidente do conselho de administração da Sonangol, em junho último, que Isabel dos Santos tem sido apontada por alguma imprensa local como possível candidata à sucessão do pai na liderança do país.


Fundado em 1980, o Petro de Luanda é um dos mais carismáticos clubes de Angola, com cerca de 9.000 sócios e vários títulos conquistados em modalidades como andebol, basquetebol, futebol, voleibol ou hóquei em patins, mas também atividades de ginástica, atletismo, karaté e vela.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: