Luanda - O rapper Nkruman Beia apelou à reconciliação dos artistas da Zone Music e da Yebba Entertainment que há mais de seis meses andam a trocar beefs.

Fonte: RA

É a primeira vez que o músico se pronuncia publicamente sobre a rivalidade que há entre Nice Zulu, responsável pela Zone Music, e os dois líderes da Yebba, Ready Neutro e Xtremos Signo, com quem tem boas relações.


A música “Eu amo rap” de DJ Soneca é apontado como a razão do desentendimento entre os rappers das duas produtoras. No tema que homenageia alguns fazedores do estilo em Angola, cantaram Francis, Ready Neutro, DJ Soneca e Nice Zulu, mas a parte não chegou a ser entrar no tema.


O artista teria lançado alguns impropérios contra Big Nelo, situação que levou este, que detém os direitos do tema, a deixar de fora os versos de Nice Zulu e a partir daí gerou-se a confusão que já está atingir contornos alarmantes.


Para evitar que algo de errado aconteça, Nkruman Beia usou a sua página do Facebook para afirmar que os insultos de ambos os lados não dignificam o movimento hip hop. Segundo o rapper não existe qualquer estímulo intelectual quando os artistas se limitam a ofenderem-se nas músicas.


“É imperativo que em nome do movimento rap e da cultura hip hop em si, e à luz dos contornos que este beef assumiu, os dois conglomerados cessem quase imediatamente esta actividade [que] não é muito dignificante, de modo a que não existam casualidades fatídicas”.


Ao invés de insultos, o rapper da Army Music defende a união entre os músicos para que a classe seja mais forte e que essa mesma unidade contribua para o sucesso das obras de todos.


“Precisamos de união para sermos mais fortes e podermos vencer, para que possamos progredir e [fazer] evoluir o movimento, cisões são entraves à evolução e disto não precisamos”, refere Nkruman Beia que conclui: “Precisamos sim da vossa colaboração e contínua dedicação em prol do engrandecimento da música rap nacional, sublinho nacional feita em Angola”.


A publicação teve apoio de vários seguidores e foi partilhada por Nice Zulu e Ready Neutro afirmou que já não se pronunciará sobre a confusão: “Concordo plenamente com as palavras do nosso irmão Nkruman Beia. Por mim isto morre aqui, sem mais delonga, não mais me pronunciei sobre o assunto em questão”.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: