Luanda - Com o Girabola Zap a tornar-se cada vez mais emotivo e expectante à medida que caminha para o seu término, as eleições para a presidência da FAF prometem despique renhindo, com os candidatos a preparar as respectivas listas e os melhores programas, para convencerem os associados.


Fonte: JD

Depois de José Luís Prata, o actual presidente do Progresso do Sambizanga, Paixão Júnior, deve anunciar nos próximos dias a sua candidatura ao cadeirão máximo do órgão reitor do futebol nacional, para o quadriénio 2017/20, apurou ontem o Jornal dos Desportos, de uma fonte próximo do dirigente.



O nosso interlocutor assegurou que o dirigente está já a trabalhar na lista para o pleito de Dezembro, espera formar um grupo de trabalho coeso e unido, capaz de injectar sangue novo para retirar o futebol da letargia em que se encontra.


Ainda de acordo com a fonte que estamos a citar, Paixão Júnior conta com o apoio de algumas individualidades de destaque nas lides futebolísticas nacional.


Em fim de mandato na direcção do clube do Sambizanga, o responsável abraça um novo desafio, com o objectivo de resgatar a mística do futebol nacional.


De recordar que José Luís Prata foi antigo vice-presidente da FAF (1986/1990), concorre à sucessão de Pedro Neto, cuja candidatura foi apresentada oficialmente.


José Luís Prata prometeu remeter numa próxima oportunidade a apresentação do programa, na província da Lunda Sul, referiu ser uma das metas que o leva a assumir o desafio, é colocar Angola entre as melhores selecções do continente africano, e desenvolver as Associações provinciais. Entre os integrantes da lista, destaque para Quim Sebas, Akwá e o empresário Santos Bikuku.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: