ImageLuanda - O Prémio Nacional de Jornalismo, instituído em 2008 pelo Governo de Angola, vai ser entregue em Junho de 2009, contrariamente a edição anterior em que ocorreu a 03 de Maio, Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, segundo Hélder Barber, um dos membros do júri.


De acordo com a fonte, na segunda-feira próxima será emitido publicamente um comunicado para explicar as razões do adiamento da data.

A fonte apelou aos jornalistas dos vários órgãos de Comunicação Social, públicos e privados que estejam interessados, a concorrerem ao prémio.

O  júri é constituído pelo jornalista e deputado, Adelino de Almeida, o escrreitor e deputado, Adriano Botelho de Vasconcelos e pelos jornalistas, Ismael Mateus, Luísa Rogério, e Hélder Bárber.

Instituído pelo Governo, o Prémio Nacional de Jornalismo propõe-se a estimular o trabalho dos profissionais da comunicação social e incentivá-los a contínuar a melhoria da sua prestação.  É subdividido pelas classes de imprensa, fotografia, televisão e rádio.

Avaliado globalmente em 10 milhões e 200 mil kwanzas, o prémio visa, em última análise, estimular, criar uma imprensa forte e responsável, que cubra todo o país, e que dê expressão à realidade multicultural e concorra para uma unidade da nação como um dos pilares assentes no Estrado de Direito e Democrático.

Por outro lado, a Angop apurou de fonte da 6ª Comissão da Assembleia Nacional que está programado um encontro com os jornalistas para terça-feira próxima, no Parlamento, em alusão ao Dia da Liberdade de Impressa que acontece dia três (domingo).

Fonte: Angop



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: