Na sexta-feira, no dia 22 de Maio, num acto de surpreendente retractação, o Chatham House através do seu director Alex Vines, contactou a UNITA para informar que a participação da UNITA no debate se deveria circunscrever " a uns comentários e observações" no final do debate, não excedendo a marca dos 5 minutos.

Questionado sobre o volte-face, Alex Vines argumentou que o o Eng. Da Costa Júnior " poderia intimidar e influenciar" o conteúdo da apresentação dos outros dois oradores, nomeadamente Raquel Ferrão, Pesquisadora da Universidade Autónoma de Madrid e Justin Pearce da Oxford University. Perante a violação do acordo pre-estabelecido com a Chatham House a UNITA decidiu não participar no debate.

Neste contexto, o Eng. Da Costa Júnior lamentou a ausência da UNITA  e de Angolanos em fóruns que debatem Angola. "A UNITA queria participar e alguém limitou a participação da UNITA ao estatuto de mero observador, num debate sobre a nossa própria historia", afirmou aos jornalistas.
 
 
Fonte: Angolanetradio.com



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: