O corpo de Bacilo Dabó jaz no chão do quarto da sua residência, onde foi assassinado esta madrugada BissauO antigo primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Faustino Imbali, dado como morto na sequência de um alegado golpe de Estado abortado na última madrugada, está vivo e sob custódia militar, disse hoje à Agencia Lusa fonte da Liga Guineense dos Direitos Humanos.

Segundo a fonte da Liga, Faustino Imbali «não está morto, como tem sido veiculado por rádios locais e imprensa estrangeira e encontra-se sob custódia militar no quartel do Estado-Maior General das Forças Armadas», no bairro de Santa Luzia, em Bissau, precisou.

A Liga informa ainda que está a acompanhar a evolução da situação tanto de Faustino Imbali como de todos os elementos apontados como integrantes da abortada tentativa de golpe de Estado, alegadamente liderado pelo antigo ministro da Defesa, Hélder Proença.

Diário Digital / Lusa 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: