Washington - O governo norte-americano incluiu ontem Angola, Brasil, Moçambique, Guiné-Bissau, Macau e Portugal numa lista de 52 países aconselhados a adoptarem acções concretas de combate ao tráfico humano, que leva milhões de pessoas à prostituição, indigência ou chamada escravidão moderna.

Da referida lista não constam Cabo Verde e São Tomé, eventualmente devido à reduzida dimensão destes países, e Portugal é citado como local de destino, trânsito e recrutamento para mulheres, homens e crianças traficados do Brasil.

Portugal é, segundo Washington, local de destino de tráfico humano de países do Leste europeu e de África.

Artigo relacionado:

 “Pobreza não justifica prostituição” diz Encarnação Pimenta


Fonte: Correio da Manhã



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: