Bissau - O candidato às eleições presidenciais do dia 28 de Junho na Guiné-Bissau Kumba Ialá assinou hoje, quinta-feira,  um acordo de apoio político com a candidatura de Baciro Dabó, morto no passado dia 05 de Junho por suspeita de envolvimento num golpe de Estado. 
 
"É com muita alegria que tenho a honra de estar aqui nesta sede de campanha",  afirmou Kumba Ialá, líder do Partido de Renovação Social (PRS, maior força da oposição).  
 

"Este acto de acordo eleitoral determina a vontade dos apoiantes que vão estar nesta luta política de suporte à minha candidatura", continuou o antigo chefe de Estado guineense. 
 

"Nós representamos uma nova geração de paz, democracia, tolerância e de não-violência", salientou Kumba Ialá. 
 

O líder do PRS disse também que "rende" a sua homenagem aos antigos combatentes pela independência do país, mas que "em democracia são precisos outro tipo de homens". 
 

Na terça-feira, um grupo de apoiantes de Baciro Dabó manifestou "apoio incondicional" à candidatura de Kumba Ialá. 
 

O acto foi, contudo, repudiado por outros apoiantes do candidato que garantiram apoio ao candidato do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) Malam Bacai Sanhá. 
 

Hoje, a candidatura de Baciro Dabó garantiu que o apoio a Kumba Ialá foi decidido depois de terem falado com "homens, mulheres e jovens" apoiantes do antigo ministro da Administração Territorial.

Fonte: Angop



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: