Agora, já não há mais respeito. Vira e mexe militantes da FPD são presos arbitrariamente, sem nenhum fundamento na lei em vigor no país. Muitas vezes, alguns têm pouca sorte. São colocados em celas de um metro quadrado, aquelas que não servem nem para cachorros, principalmente se se alimentam de carne de vaca que vem da fazenda fresquinha todas semanas, celas cheias de urina, sem refeição adequada o que leva a sérios problemas de saúde de inocentes, como úlceras. Isso chama-se torturar sem deixar marcas físicas, para que não tenham problemas com direitos humanos. Tudo isso porque não são do MPLA (Partido no poder).

Recentemente, um compatriota foi submetido a uma dessas sessões. Entre as várias questões que lhe foram colocadas pelas autoridades policiais realça-se a pergunta:

- Por que razão você não é do MPLA?

António André Lourenço foi detido, às 7 da manhã, em Ndalatando acusado de "recolha de cartão de eleitor". Se essa deteção tivesse sido feita pelos partidos da oposição, seriam acusados de serem partidos comandados por criminosos ou de fazerem parte do "eixo do mal", entre outros adjetivos.

No entanto, desta vez, o presidente do Partido, Filomeno Vieira Lopes, bateu o pau na mesa. Já conversou (17 de maio de 2008) com o governador da província do Kuanza Norte solicitando a sua imediata e incondicional libertação.

Fonte: http://cangue.blogspot.com/



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: