Luanda - Foi recentemente detido um elemento (nome não foi apurado)  que arrecadava dinheiro junto as empresas publicas usando o nome do Chefe da Casa militar da Presidência,  Manuel Helder “Kopelipa”.

ImageNa sua ultima acção ocorrida a cerca de 20 dias atrás, o detido teria se deslocado a empresa Unicargas onde se apresentou com um documento/bilhete  que trazia uma susposta assinatura do general “Kopelipa”. O intruso disse que ai se dirigira a mando do General  a fim de arrecadar determinada verba para apoiar o “partido”.  O  responsável da empresa a quem o elemento se dirigiu pediu-lhe que aguardasse e que iria orientar alguém para ir levantar o dinheiro para o "partido". No lugar de dinheiro, apareceu a policia acabando por lhe prender. Desconhece-se o que terá acontecido ao cidadão.

Para alem do uso do nome do General Kopelipa por pessoas estranhas, o nome deste colaborador de JES é também usado por pessoas próximas a si , (do seu Gabinete e pelo  seus próprios filhos). Recebem comissões de empresários estrangeiros a troco de um contacto/encontro  com o General. Informações não confirmadas indicavam que um filho seu, tratado por Buchecha chegou acumular cerca de 11 milhões de dólares nesta investida de intermediário junto ao pai. Diz-se que são mais empresários ligados a construção que usam este canal para se entrevistar com o general.

Cidadãos Chineses desencartados/apanhados em desrespeito aos sinais de transito ou mesmo pela DEFA usam também o nome do general. Quando interceptado respondem apenas “Kopelipa”

Recentemente o PR  tomou nota numa reunião do BP do MPLA que o seu nome era também usado por certos assessores seus que passavam bilhetes aos Ministros para promover  este ou aquele quadro. Alegam ser pedido ou ordens do mais velho.

 

-- Nota: Consulte --
* Últimos artigos/relacionados publicados: - MPLA & Corrupção no Club-k

Fonte: Club-k.net



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: