Luanda - Grande Entrevista com o Dr. Vladimir Claudio da Editora angolana Novos Cérebros.

Fonte: Club-k.net

1. Fale um pouco sobre a Editora Novos Cérebros
F: A Editora Novos Cérebros é uma empresa comercial de direito angolano especializada em editar, promover e divulgar obras de carácter científico, didáctico, académico de autores nacionais. Privilegiamos o segmento do Ensino Superior. Devido à falta de material de estudo, por parte da já vasta e crescente população estudantil universitária, a Editora Novos Cérebros quer absorver, a nata de docentes universitários e investigadores de todas as áreas do saber universitário em Angola e apostar na publicação,para fazermos surgir uma doutrina Angolana.

 

2. A Editora pretende ser líder do sector da edição de material escolar a nível universitário, incluindo todas as áreas do saber ?
R: Pretendemos atender todos os docentes universitários que por qualquer razão não consigam editar as suas obras,e assim o possam fazer pela nossa Editora. Não discriminamos ninguém, nem a origem da escola, nem os cursos. Desse modo, atenderemos docentes das faculdades públicas e privadas, sejam cursos ligados a ciências sociais, sejam cursos ligados a áreas mais técnicas. Também os investigadores , e profissionais de várias áreas também poderão ver os seus trabalhos publicados.

 

3. Qual o procedimento que devem seguir os interessados ?

R: Os Interessados podem submeter os seus trabalhos à Editora, que dispõe de um corpo de profissionais de várias áreas para atender os profissionais independentes. Para os docentes das universidades, desde que tenham o beneplácito do conselho científico da sua Universidade publicamos o trabalho fazendo menção desta autorização. Primamos pela qualidade e o rigor científico.

 

4. A Editora já tem acordo com universidades do país para publicação dos seus docentes ?

R: A Editora é jovem está no mercado desde o ano passado e está a fazer o trabalho de casa. Estamos em negociações com várias universidades e com outras instituições públicas e privadas que entroncam com a nossa actividade. Nos próximos dias assinaremos protocolos com algumas dessas entidades.

 

5. A Editora tem apoio de alguma instituição pública ou privada neste projecto?

R: A Novos Cérebros é uma empresa criada por jovens dinâmicos, visionários e cheios de energia e garra. Não dependem de ninguém e de momento vivem com os recursos que os seus accionistas colocaram ao dispor do Projecto. Temos recursos suficientes para levar acabo o Projecto que estamos a realizar. Temos uma visão auto-sustentada, a componente empresarial não prejudicará o carácter didático e científico implícito ao projecto. Só vamos avançar com obras cuja sustentabilidade seja assegurada pelo mercado. Dito de outro modo, aquelas obras que do ponto de vista comercial não sejam atrativas, serão editadas no limite que não ponham em causa a componente econômica da mesma. Iremos buscar soluções que beneficiam a todos. Os autores, destinatários, e a empresa. Todos sairemos a ganhar.

6. Quantas obras a Editora já lançou no mercado?

R: Como frisei atrás, a Editora Novos Cérebros foi criada no ano passado e esteve até aqui a criar as condições, de organização interna para levar acabo o seu ambicioso projecto de editar a doutrina universitária Angolana. Vamos começar com duas obras de um nome já conhecido do público - Lazarino Poulson.

 

7. Porquê a escolha de Lazarino Poulson para o vosso pontapé de saída ?

R: Começamos com o Dr. Lazarino Poulson, por ser um universitário e investigador de referência ímpar na área do Direito ,que se dedica à produção do saber há mais de uma década. A nossa escolha foi criteriosa tendo em conta os objectivos que pretendemos atingir. O País precisa de NOVOS CÉREBROS! Lazarino Poulson é autor de seis obras no mercado e centenas de artigos publicados em vários meios de comunicação. É um autor popular que tem uma excelente empatia com o público jovem, sobretudo da camada universitária.

 

8. Quais as obras que serão lançadas? Em que data e local?

R: No próximo dia 28 de Abril (Sábado) na marginal de Luanda, serão apresentadas duas obras deste proeminente jurista: Autarquias Locais no Direito Angolano e Pensar Direito IV. Nas Autarquias Locais no Direito Angolano, Lazarino Poulson faz uma análise ao estatuto constitucional das Autarquias Locais, discutindo vários temas, muito dos quais muito actuais nesta fase de implementação das Autarquias Locais. O ensaio sobre as Autarquias Locais leva-nos desde a discussão do conceito, categoria das Autarquias Locais, o polêmico princípio do gradualismo entre outras matérias que que o tema encerra. Esta obra é uma actualização de uma parte da Obra lançada pelo autor em 2009 pela Editora Casa das Ideias, Autarquias Locais e Autoridades Tradicionais no Direito Angolano. Tenho toda à vontade em falar, pois fui eu quem fez o prefácio da referida obra. Nesta segunda edição revista, também tenho a felicidade de prefaciar. No Pensar Direito IV, uma colectânea de artigos publicados na página do autor de Agosto do ano passado a Março deste ano, Lazarino Poulson faz-nos navegar no apaixonante mundo do direito. Numa linguagem menos técnica, o jurista mostra-nos que é possível compreender o Direito sem necessariamente ser jurista. A Marca Pensar Direito já perdura faz cerca de uma década e faz escola nas universidades em Angola e não só! O estamos satisfeitos com este nosso arranque.

 

9. Tudo pronto para a cerimónia do dia 28? Temos visto muita divulgação deste actividade

R: Está tudo tratado e no dia 28 de Abril vai ser um momento muito especial. Daremos início ao nosso projecto e temos de volta um nome que despensa apresentações. Convidamos a todos a participar no evento.

 

10. A Editora tem um nome sugestivo " Novos Cérebros". Há algum significado especial?

R: Adoptamos o nome " Novos Cérebros por ser sugestivo e encerara a filosofia do nosso projecto. Queremos descobrir Novos Cérebros angolanos, muito deles sub-valorizados, mal aproveitados ou desprezados. O desperdício dos quadros nacionais é gritante, passando uma falsa ideia que não temos mentes brilhantes! Angola tem gente capaz com criatividade, inteligência, dinamismo e ambições na ciência e na cultura, capazes de elevar Angola a outros patamares. É nessa senda de prospectar o mercado interno de Cérebros e valorizarmos. É no que iremos afincadamente,focar e dedicar. Porque acreditamos firmemente que o nosso país vai ser desenvolvido por Novos Cérebros!

Nota Pessoal:

Vladimir Claudio de Belém Passos é formado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Jean Pieget de Angola. Membro da Ordem dos Advogados de Angola, é técnico superior da Sonangol. Responsável da Editora Novos Cérebros



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: