Lisboa – António Carlos Sumbula, o último PCA da Endiama da era Eduardo dos Santos, foi recentemente ouvido na Direcção Nacional de Inspecção e Investigação das Actividades Económicas (DINIAE). Os interrogatórios foram conduzidos pelo Vice-Procurador da República junto a este órgão afecto ao Serviço de Investigação Criminal (SIC), Beato Manuel Paulo.

Fonte: Club-k.net

Engenheiro de formação, Carlos Sumbula, havia se tornado num dos mais importantes quadros de José Eduardo dos Santos para o sector diamantífero. Em meados dos anos 90, foi Vice- Ministro da Geologia e Minas ao tempo do GURN, e tinha a importância por ter mais poderes que o então ministro indicado pela UNITA. Foi afastado em circunstancias nunca esclarecidas e reabilitado, em Novembro de 2009,   para chefiar a principal diamantífera estatal.

 

Antes de deixar o poder, o então Presidente Eduardo dos Santos fazia gosto de mante-lo no cargo para mais cinco anos. Porém, o novo Chefe do Executivo, João Lourenço desfazia a vontade do seu antecessor, substituindo Carlos Sumbula, por José Manuel Ganga Júnior, um economista que liderou o CATOCA por mais de 18 anos.

 

Tema relacionado

PR obriga PCA da Endiama a devolver 40 milhões de dólares

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: