Lisboa - Ellie Holman preparava-se para uma visita de cinco dias ao Dubai quando o inesperado aconteceu.

Fonte: Lusa

A mulher foi detida pelos serviços de imigração à chegada ao Aeroporto Internacional de Dubai juntamente com a filha, de quatro anos, sob o propósito de que terá consumido álcool na presença da filha durante o voo.

 

A dentista, natural de Kent, no Reino Unido, passou três dias num centro de detenção juntamente com a filha e pode arriscar a ter de ficar no país durante um ano, até que o seu caso seja resolvido.

 

Ao The Sun, Ellie conta que foi interrogada por um oficial que lhe perguntou se tinha consumido alguma substância alcóolica. Esta disse que tinha bebido um copo de vinho que lhe tinha sido oferecido a bordo do avião da Emirates Airline, ao que o agente lhe disse que a posse de bebidas alcóolicas é crime nos Emirados Árabes Unidos, mesmo que esteja no organismo de uma pessoa.

 

Após três dias de detenção, a mulher conseguiu falar com o marido que viajou de imediato para o Dubai para levar a filha de volta a casa. Já Ellie continua no país à espera que a sua situação se resolva.

 

Em desespero, a mulher afirma que só quer voltar para casa.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: