Alemanha - O Presidente de Angola, João Lourenço, lamentou esta quinta-feira que Isabel dos Santos “desencoraje investimento para o seu próprio país”, respondendo desta forma às críticas da empresária feitas em junho. “Eu não queria entrar em mesquinhices deste tipo para uma cidadã nacional que desencoraja o investimento para o seu próprio país. É o único comentário que tenho a fazer”, disse o Presidente de Angola aos jornalistas, comentando as palavras escritas por Isabel dos Santos na rede social Twitter.

Fonte: Observador

A empresária angolana criticou, durante a visita de João Lourenço à Bélgica, no passado mês de junho, a falta de atratividade externa de Angola, pela dificuldade em repatriar dividendos. Numa mensagem colocada nas redes sociais, a filha do ex-Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, exonerada em novembro, por João Lourenço, do cargo de presidente do conselho de administração da petrolífera estatal Sonangol, questionava, sem nunca se referir à visita do chefe de Estado à Europa, a atratividade do país, do ponto de vista dos investidores estrangeiros.

 

“Qual o investidor que vai entrar se não dão autorização aos atuais investidores estrangeiros para levarem os lucros em dólares”, apontava Isabel dos Santos, considerada a mulher mais rica de África, referindo-se às dificuldades que as empresas e investidores enfrentam, nos últimos anos, para repatriar lucros e dividendos, devido à escassez de divisas em Angola.

 

João Lourenço terminou esta quinta-feira uma visita oficial à Alemanha durante a qual apelou aos empresários germânicos para investirem em Angola.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: