Lisboa - Os abusos sexuais à filha, na casa da família, já duravam há cerca de dois anos, mas a jovem, por medo e vergonha, escondeu sempre o caso a familiares e amigos próximos. Ontem, contudo, a Polícia Judiciária acabou por deter o homem, de 40 anos, angolano e residente na zona da Grande Lisboa, por abusos sexuais continuados à filha, hoje com 15 anos.

O pedófilo preparava-se para deixar país quando foi preso

No momento em que foi detido por inspectores da directoria de Lisboa e Vale do Tejo da PJ, o pedófilo preparava-se para deixar Portugal, rumo a Angola.


Há muito que familiares e amigos desconfiavam dos abusos, a ponto de um irmão do detido ter, no ano passado, denunciado o familiar às autoridades. Contudo, na altura a vítima negou qualquer envolvimento sexual com o pai. O agressor admitiu nessa ocasião que tinha bebido uns copos a mais e que apalpou a própria filha.


Os abusos continuaram e, chamada à PJ no início desta semana, a vítima, que começou a ser abusada com apenas 12 anos, acabou finalmente por contar tudo. Descreveu os diversos episódios de violação de que foi alvo. Perante este cenário, os inspectores da PJ entraram em campo e acabaram por deter, ontem de manhã, o suspeito, quando este se preparava para deixar o País.


O detido vai ser hoje presente a um juiz, para lhe ser aplicada uma medida de coacção.


* João Tavares/Tânia Laranjo
Fonte: Correio da manhã



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: