À

Sua Excelência Presidente da República de Angola General João Manuel Gonçalves Lourenço Luanda /Angola

Assunto: Contribuição para os Projectos do Estado

Gestão de Projectos Públicos

Os projectos do Estado Angolano têm merecido muita atenção por parte dos cidadãos e investidores, sejam eles nacionais ou estrangeiros. Trata-se de um conjunto de suposições que por falta da vontade política e competências de gestão de projectos não tem sido possível alcançar os objectivos preconizados pelo Executivo para a melhoria das condições socio económica dos Angolanos.

Sua Excelência General João Manuel Gonçalves Lourenço, a sua entrada no poder deve trazer uma nova dinâmica a todos os níveis, começando por colocar as pessoas certas no lugar certo com competências/recursos e capacidade de resiliência requerida.

A Comissão Económica do Conselho de Ministros sobre a Sua orientação reuniu na província do Uíge no dia 10 de Agosto de 2018. Naquela ocasião, o Conselho recomendou a adopção de medidas para assegurar a execução dos principais projectos sociais e económicos em curso no país sob Programa de Investimento Público (PIP) de 2018.

Muitos projectos concebidos pelo Estado Angola têm sido pouco eficazes nalguns casos por falta competências de gestão de projectos. Esse artigo tem como objectivo a contribuição académica sobre a temática de gestão dos projectos (públicos). Ou seja, como que o Executivo Angolano pode aproveitar a excelência de gestão de projectos para poder alcançar os seus objectivos com mínimos erros possíveis.

Como mais de 8 anos de gestão de projectos dos sectores públicos e privados nos ramos de Tecnologia de Informação, Oil & Gas e Banca, tenho constatado uma coisa muito importante. As organizações inteligentes usam gestão de projectos para alinhar com a visão estratégica, desta forma, estas organizações têm a maior probabilidade de alcançar os seus objectivos se aplicassem as metodologias, ferramentas e técnicas de gestão de projectos correctamente. Questionar-se-ia o porque? Porque o gestor de projectos tem a maior preocupação de alcançar os objectivos dentro do orçamento, âmbito, tempo, recursos, riscos, e qualidade seja na concepção do projecto ou na sua execução, o profissional de gestão de projectos quer fazer as entregas do projecto ao patrocinador dentro de:

a) Orçamento definido;

b) Tempo que estipula a duração;

c) Recursos humanos disponíveis;

d) Riscos associados ao projecto;

e) Dentro do âmbito definido;

f) Como qualidade definida.

O gestor de projecto vai controlar e monitorar os 6 Competing Constraints (restrições concorrentes). Um gestor funcional, se não tiver formação em gestão de projectos e competências para tal, não deve gerir os projectos. O gestor funcional está virado pelo trabalho diário, organização das pessoais e o funcionalmente normal da organização, logo não pode ser confiado com gestão de projectos.

Governação Projectizada

Eu chamo governação projectizada partindo do princípio das estruturas organizacionais existentes que podem influenciar gestão de projecto.

Ora, a governação moderna deve constituir a base nos projectos, isso porque os Presidentes de Republica tem até 10 anos para governar. De acordo com o PND 2018 –2022, há muitos projectos concebidos e os para mesmo são concebidos com base as disponibilidades dos recursos. A Sua Excelência tem 4 anos para alcançar os objectivos que vão o permitir ter pontos para as próximas eleições, dai terá mas 5 anos para o PND 2023 – 2027 para alcançar mais objectivos que te permitiram deixar o que chamamos deindelible mark (marca indelével) para a nação Angolana. Aconselho que o Chefe do Executivo Angolano adopte a governação projectizada através da aplicação de gestão de projectos alinhados com a sua visão estratégica para a Nação.

Uma vez que o Chefe do Executivo não trabalha sozinho, e merece o nosso apoio, aconselha-se o seguinte:

1. Nomeação do Secretario do Presidente da Republica para Projectos Estratégicos com formação práctica em gestão de projectos. Aqui podemos definir os projectos estratégico do estado como os projectos que tem um volume dos valores monetários por definir, a complexidade por definir e a influência sobre a

visão estratégica por definir. Esta entidade teria a responsabilidade de representar o Chefe do Executivo perante os demais órgãos para conceber, iniciar, planear, controlar e encerrar os projectos estratégicos. Ele iria registrar outros projectos que não têm sua gestão direta e vai ter que medir o desempenho da execução dos projectos através da implementação da ferramenta básica de KPI.

Obrigatoriedade de formação em gestão de projectos (recomendado: Project Management Institute - PMI, Project Management Leadership Group - PMLG nos Estados Unidos de América e, PRINCE no Reino Unido) pelos gestores públicos que terão à sua responsabilidade dos projectos considerados menos estratégicos cujo Secretario do Presidente de Republica para o Projectos Estratégicos não terá uma gestão directa, (começar com os Governadores ou seus Directores);

Qualquer prestador de serviços ao Estado Angolano envolvido na implementação e controlo dos referidos projecto de Estado deve ter formação e demostrar competências demostradas no que tange a gestão de projectos do Estado.

Esperemos que esta contribuição venha merecer da Vossa parte a merecida apreciação.

Clifford Kamwimba Chinyama, Gestor de Projectos

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: