Luanda - Um ano depois de abandonar Angola de forma inesperada, a Emirates prepara-se para regressar ao país na condição de sócia da TAAG, marcando o início da privatização da companhia aérea nacional.

Fonte: Novo Jornal

A Emirates deverá ser a primeira companhia a entrar no capital social da TAAG, no âmbito do processo de privatização da transportadora aérea nacional, confidenciou ao Novo Jornal um quadro sénior do Ministério dos Transportes.

 

O Novo Jornal sabe que o processo de negociações está em curso e no "bom caminho" para que as duas companhias voltem a trabalhar juntas depois de, no ano passado, a transportadora dos Emirados Árabes Unidos ter posto fim à cooperação existente entre ambas.

 

"Tudo indica que será a Emirates a comprar parte da TAAG. As negociações estão no bom caminho e futuramente teremos a confirmação desta parceria", garantiu a fonte do ministério liderado por Ricardo D"Abreu, afirmando, no entanto, que o regresso da Emirates só acontecerá na posição de sócia.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: