Malange -  Mais de 200 casas foram destruídas no bairro da Cangambo, província de Malange, na passada Sexta feira. A administração municipal de Malange justifica as demolições e desalojamentos forçados na necessidade de criar reservas fundiárias do estado. As populações reagiram e a polícia fez uso de armas de fogo de alto calibre.

 

Fonte: Club-k.net

As pessoas que viram as suas casas serem demolidas estão ao relento. De acordo com uma conferência de imprensa que a administradora concedeu as pessoas não serão alojadas a local nenhum.

 

Recorde-se que a imprensa privada foi proibida de entrar na sala de conferência. A área onde se fez demolições e desalojamentos forçados corresponde a 202 hectares.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: